Folha de ÁrvoreAs plantas são organismos multicelulares autótrofos, com tecidos verdadeiros. Elas trabalham na realização da fotossíntese e a área da Biologia que a estuda é a Botânica.

As teorias mostram que elas poderiam ter surgido de algas verdes, pois as suas características são semelhantes, como por exemplo, às substâncias existentes em suas células: celulose e clorofilas a e b.

Com base na seleção natural, sobressaíram-se as características mais resistentes que foram importantes para a evolução das plantas nesses ambientes.

Elas têm sido divididas em dois grandes grupos:

Criptógamas: cripto = escondido e gamae = gametas. Elas são plantas com estruturas produtoras de gametas pouco evidentes, como as samambaias e os musgos.

Essas são subdivididas em:

  • Briófitas: não possuem vasos especializados em transporte de seivas e são plantas pequenas, como os musgos e as hepáticas.
  • Pteridófitas: possuem vasos produtores de seivas, como as samambaias.

Obs.: As plantas que possuem vasos são chamadas de plantas vasculares ou traqueófitas e são plantas de maior porte do que as avasculares.

  • Fanerógamas: fanero = visíveis. Plantas que possuem estruturas produtoras de gametas bem visíveis, e como desenvolvem sementes são denominadas espermatófitas, como por exemplo, os pinheiros, coqueiros, roseiras, etc.

Subdivididas em:

Gimnospermas, sperma= semente, gimno = nu: possuem sementes, chamadas de nuas, pois não estão no interior dos frutos, mas não formam frutos. Ex.: pinheiro-do-paraná.

Angiospermas, angio = urna: suas sementes se encontram no interior dos frutos, que nascem devido ao desenvolvimento do ovário da flor. Ex.: laranjeira.